A Biblioterapia e a Jornada do Herói

22 outubro Ateliê da Biblioterapia 0 Comentários




Outubro é um mês repleto de comemorações para o universo da leitura: dia 12 foi o dia nacional da leitura, dia 20 foi o dia do poeta, dia 29 será o dia nacional do livro e dia 31 o dia nacional da poesia. Datas muito importantes!

E hoje, dia 23 de outubro, dá início em todo o país a Semana Nacional do Livro e da Biblioteca, que tem como objetivo incentivar a leitura e a construção do conhecimento, além de divulgar a profissão do bibliotecário. E eu aproveito a oportunidade para convidá-lo a participar dessas comemorações, tenho certeza que no seu bairro, na sua escola ou na sua faculdade, há bibliotecas que estarão oferecendo diferentes oficinas, eventos culturais e artísticos muito interessantes.

E aqui, nós vamos comemorar a Semana do Livro e da Biblioteca com um tema fascinante: a Biblioterapia e a Jornada do Herói.

A Biblioterapia e a Jornada do Herói

Como abordado em vídeos anteriores, a Biblioterapia, como a leitura terapêutica, é capaz de promover o desenvolvimento humano por meio da auto-reflexão. Então, quando o leitor está imerso na leitura, pode se identificar com algum personagem ou situação, pode sentir o alívio de suas emoções e quando ele acompanha a jornada do herói, às vezes esse processo se intensifica.

Mas o que é a Jornada do Herói? Você já deve ter ouvido essa expressão e, se não ouviu, já deve ter identificado em vários filmes e livros: Batman, Harry Porter, O Senhor dos Anéis, Star Wars, O Rei Leão, Homem de Ferro e tantos outros.

Joseph Campbell é um escritor norte-americano, considerado uma das maiores autoridades em mitologia, que escreveu diversos livros sobre o tema, incluindo “O Herói de Mil Faces”, onde ele apresenta o “monomito”, ou seja, a ideia de um mito comum a todos nós.

Dessa forma, a Jornada do Herói nos ajuda a compreender cada etapa da nossa própria jornada, nos trazendo mais sentido e significado em nosso processo de autoconhecimento e empoderamento pessoal.

Campbell nos sugere o ciclo da Jornada do Herói em três partes essenciais: a partida, a iniciação e o retorno. E, a partir disso, Christopher Vogler, um famoso roteirista de Hollywood, em sua obra chamada “A Jornada do Escritor” sintetizou essa jornada em 12 estágios.

Apresentamos, então, esses conceitos em 12 passos simples e de que forma isso se torna uma ferramenta poderosa para as práticas de Biblioterapia.


Os 12 Passos da Jornada do Herói

Passo 1: o mundo comum. É o ponto de partida, o mundo normal do herói antes de toda a aventura começar. Nesse momento, conhecemos a sua natureza. O leitor se conecta com o personagem, por meio de pontos em comum, tais como, suas qualidades, seus defeitos e sua personalidade.

Passo 2: o chamado à aventura. Uma aventura ou um desafio é apresentado ao herói e ele tem a sua vida transformada da noite para o dia. A identificação do leitor com o personagem se dá no momento em que o herói percebe a situação e assume riscos para resolver o problema.

Passo 3: a recusa ao chamado. O herói se recusa ou demora para aceitar a aventura, demonstrando relutância à mudança. Normalmente, o leitor percebe o medo frente ao novo desafio do personagem e quer ir até o final junto dele para saber se ele irá enfrentar o problema.

Passo 4: o encontro com o mentor. O herói encontra um personagem que será o seu guia ou mentor, que dará conselhos e que o ajudará a descobrir mais de si mesmo. E o leitor pode se lembrar daqueles que passaram por sua vida e que o motivaram a seguir em frente.

Passo 5: o cruzamento do limiar. O herói deixa os limites conhecidos e se aventura em um mundo completamente novo. E o leitor percebe a primeira grande mudança no herói.

Passo 6: os testes, aliados e inimigos. Surgem os primeiros conflitos que marcam a passagem do herói para o mundo da aventura, onde ele descobre as amizades, as alianças e os adversários, assim como o leitor, que descobre e percebe quem está realmente ao seu lado.

Passo 7: a aproximação da caverna profunda. Após batalhas vencidas, surge um perigo ainda maior e que demanda dedicação e preparo do herói. Em seu esconderijo, o herói enfrenta os seus medos e, junto ao leitor, sente a sua força interior para seguir adiante.

Passo 8: a provação. O herói tem o seu maior desafio, mas para vencê-lo terá de usar todo o seu conhecimento e experiência. O leitor tem a certeza de que ele será capaz de enfrentá-lo e vivencia a grande transformação do personagem em um verdadeiro herói

Passo 9: a recompensa. Depois de enfrentar o seu maior desafio, o herói se torna mais forte, mais sábio, mais poderoso... e isso evidencia o sentimento do leitor de que vale a pena ter os seus medos superados.

Passo 10: o caminho de volta. Com a satisfação de ver a sua missão cumprida, o herói é surpreendido com uma ameaça final e o leitor o acompanha na decisão de receber a sua recompensa ou fazer algo em benefício de todos.

Passo 11: a ressurreição do herói. O herói vence a batalha final e retorna ao seu mundo comum, transformado pelas experiências que teve. Assim, a vitória final traz, ao leitor, uma conexão com o seu propósito de vida.

Passo 12: o retorno com o elixir. Uma poção de cura, a conquista de um amor ou, até mesmo, a liberdade de viver são elementos que o herói traz para as pessoas comuns. Assim como o herói, o leitor perceberá o seu sucesso, a sua conquista e a sua mudança. 

Após ver os 12 passos da Jornada do Herói, conseguiu identificar essa estrutura de história contida em livros e filmes?

E essa Jornada do Herói oferece diferentes possibilidades em práticas de Biblioterapia, há muitas questões que podem ser discutidas, tais como, a aceitação de novos desafios, a dificuldade de lidar com mudanças, o encontro com pessoas que transformam as nossas vidas, a resolução de problemas, a realização de sonhos...

Há também a Jornada da Heroína, que tem elementos muito similares à Jornada do Herói, mas tem particularidades do arquétipo feminino. Só que isso nós vamos desvendar em outro vídeo.

Então até lá, aproveite para se inscrever em nosso canal, curtir e compartilhar e entrar em contato por meio do nosso site ou redes sociais.

Eu te espero no próximo vídeo.

Um fraterno abraço e até mais!

Ana Cláudia Leite

0 Comentários: